quarta-feira, 25 de abril de 2012

Hermógenes

É inútil abrir a gaiola. Está ali há séculos, convencido de que ninguém é mais livre do que ele.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Hermógenes

Milhares mataram e milhares morreram por verdades que hoje já não o são.

domingo, 1 de abril de 2012

Hermógenes

Adormeci à sombra da árvore.
Ao acordar, dourado pingo de sol dançava sobre meu peito.
Pensei que era meu.
Senti-me rico.
Quis agarrá-lo.
Meu gesto de cupidez assustou-o.
E a luz se foi.